25 de out de 2010

ANOS 60 EM 8 MINUTOS



Nós conhecemos a nossa História? Creio que não. E isso é perigoso isso por que "povo que nao conhece sua história acaba por condenar-se a revive-lá.

Segue anos 60 em apenas 8 minutos

24 de out de 2010

LAUSANE III - Cape Town 2010


Em virtude do pleito eleitoral no Brasil nós cristãos nao nos percebemos de um evento importantissimo e historico, o Cape Town 2010, uma versao do congresso de Lausane do seculo XXI. o chamado "Lausane III". Alguns brasileiros estão lá e tem colhido o melhor dos debates. segue aqui as impressões do Pr Fabricio Cunha, http://fabriciocunha.com.br/Pastor de Jovens da IBAB em São Paulo. vale a pena ler o qeu ele escreve em relaçao ao primeiro dia.


O DIA
Exatamente às 15h30 de hoje, Douglas Birdsall, “chairman” do Comitê de Lausanne para a Evangelização Mundial, deu as boas vindas a mais de 4.000 pessoas
, vindas de todos os continentes, dos mais diversos países, para 08 dias especiais de celebração da fé, compartilhar de testemunhos e avaliação da caminhada da igreja mundial, em vistas de novas perspectivas para a evangelização.
Em seguida, o egípcio Ramez Atalah explicou toda a metodologia da parte principal do programa do congresso, os pequenos grupos.
O mais impressionante de tudo: todos os participantes assistem ao encontro sentados em mesas de 06 pessoas, moderados por um líder previamente preparado (trabalho nessa equipe) onde se compartilha histórias de vida e se estuda as pregações simultaneamente assim que elas terminam.

Subversivamente, os latino americanos já fizeram sua primeira reunião fora do programa, claro. Foi um encontro de todos os membros da Fraternidade Teológica Latino Americana, onde “mais jovens” e “mais velhos” compartilharam expectativas para o CLADE 5 (Congresso Latino Americano de Evangelização), que acontecerá em julho de 2012, bem como testemunhos dos núcleos espalhados por todo continente. Dentre muitos, estavam presentes Tito Paredes, René Padilla e Robinson Cavancalti, membros fundadores da FTL (1970), Victor Rey, presidente da FTL Continental, Carlinhos Veiga, presidente da FTL – Brasil e Ruth Padilla, executiva continental da instituição.


Às 19h00 aconteceu a celebração de abertura com muita música, um vídeo contando parte da história da propagação do evangelho no mundo, testemunhos de pessoas que foram fundamentais para a propagação do evangelho na África, Ásia e América Latina, uma introdução aos propósitos atuais do Comitê de Lausanne e as boas vindas oficiais, sucedida de uma oração de encerramento feita pelo Bispo Anglicano Henry Orombi, presidente honorário do comitê anfitrião.
A delegação brasileira encontra-se toda no mesmo hotel. Vamos e voltamos do congresso de ônibus fretado. Imaginem a bagunça.
Amanhã começaremos o estudo indutivo da carta de Paulo aos Efésios, que faremos durante toda a semana.


A HISTÓRIA
Um dos membros de meu pequeno grupo é o pastor venezuelano Ylidio Metodio, 71 anos de idade, 49 de ministério
. No final de nosso encontro, pedi que cada um falasse de sua maior expectativa em relação ao Congresso, ao que ele pediu a palavra e disse: “quero aprender tudo o que puder”. Ele é pastor fundador de uma igreja que tem mais de 30 mil membros na Venezuela. Nessa situação, muitos de nós consideraríamos seriamente a possibilidade de parar. Ele não! Imendou dizendo: “se meu Mestre deu tudo o que tinha, inclusive sua vida, em favor das pessoas, quero fazer o mesmo até o final de minha vida.”

A FRASE
“Deus, em Cristo, estava reconciliando consigo todo o mundo”. Texto que dá base ao tema do congresso.


A PESSOA
Ver o Pr. René Padilla caminhando pelos corredores do congresso é emocionante e inspirador.
Foi um dos preletores de 1974, ou melhor, foi um dos principais preletores de 1974. Sua tese sobre uma evangelização que considerasse o contexto e que afetasse o homem em todas as suas implicações, que se tornou o que chamamos de Teologia da Missão Integral é, até hoje, um elemento gerador de profundas discussões e inquietações no cenário protestante internacional. Tê-lo por aqui é um grande privilégio.

A “BRASILEIRADA”
Os brasileiros são alegres, barulhentos e “sem noção”.
Fomos passear pela manhã numa montanha turística da cidade, chamada
Table Mountain . Um dos integrantes do grupo perdeu seu bilhete, travou a fila com mais de cem pessoas atrás e tentou pular a roleta, como deve fazer no metrô de sua cidade… Quase apanhou do funcionário…
#Vergonha…rsrsrs
Amanhã tem mais!!!
Fabricio Cunha

21 de out de 2010

Compra de sacerdotes. Você quer um?



Campanha de Serra faz ofertas a evangélicos
BRENO COSTADE SÃO PAULO
A campanha de José Serra (PSDB) está oferecendo benefícios a igrejas evangélicas e a entidades a elas ligadas em troca de apoio de pastores à candidatura tucana. O mesmo foi feito na campanha do governador eleito de São Paulo, Geraldo Alckmin. O responsável pelo contato com os líderes é Alcides Cantóia Jr., pastor da Assembleia de Deus em São Paulo.
Ele responde pela "coordenadoria de evangélicos" da campanha, criada ainda no primeiro turno exclusivamente para angariar apoios entre evangélicos.
Tucanos admitem oferecer os benefícios a evangélicosAcompanhe a Folha Poder no TwitterConheça nossa página no Facebook



"Disparo entre 150 e 200 telefonemas por dia, mais ou menos", diz Cantóia, que trabalha numa espécie de guichê montado no térreo do edifício Praça da Bandeira (antigo Joelma), quartel-general da campanha de Serra. No local, ele também recebe pastores para "um café". Os telefonemas são feitos para pastores de várias denominações em todo o Estado de São Paulo, em busca de pedido de voto em Serra entre os fiéis de suas respectivas igrejas.


Entre os argumentos para conquistar o engajamento dos evangélicos, segundo Cantóia além do discurso relativo a valores, como a posição contrária à descriminalização do aborto, está a promessa de apoio a parcerias entre essas igrejas e entidades assistenciais a elas vinculadas com prefeituras e governo, em caso de vitória tucana. cita a possibilidade de, com os tucanos no poder, igrejas poderem oferecer apoio a crianças e adolescentes, complementando o período que elas passam na escola. Assistência a idosos também é citada.



"O objetivo é levar as crianças para dentro da igreja", afirma o pastor. "Esse é um dos argumentos. Seriam igrejas em tempo integral, complementando a atividade da escola."
Cantóia afirma, também, tentar intermediar demandas recebidas de pastores junto a prefeituras. Por exemplo, pedidos para que entidades funcionem como creche ou que virem intermediárias do programa Viva Leite, do governo estadual.



Alcides diz ter sido um dos articuladores que levou os pastores Silas Malafaia, do Rio de Janeiro, e José Wellington Bezerra, de São Paulo, ambos da Assembleia de Deus, a gravarem depoimentos de apoio a Serra, exibidos em sua propaganda na TV.



O Conselho dos Pastores de São Paulo, que reúne representantes de diversas denominações protestantes, estima que cerca de 80 mil pastores em SP apoiem Serra.

17 de out de 2010

QUANDO A SAÍDA É O LUGAR RESERVADO AOS BONS



"Considero nesse momento que não é possível fazer no Flamengo aquilo que eu gostaria. Percebo que a minha presença não tem sido favorável e, desde a minha chegada, vem causando o descontentamento de muitas pessoas. Não há condições para eu continuar",
Zico ao anunciar sua saída do Flamengo.
http://www.istoe.com.br/reportagens/103675ZICO+ANUNCIA+SAIDA+DA+DIRETORIA+DO+FLAMENGO


É triste quando pessoas de bem nao podem fazer o melhor possível pelos seus iguais. Infelizmente saem os comprometidos é ficam os limitados e medianos. Aconteceu com o Zico, poderia ter acontecido com voce, poderia ter acontecido comigo.

"Que Deus nos salve da ditadura da mediocridade"

16 de out de 2010

Para onde foram os pastores?




“… Os pastores estão abandonando seus postos, desviando-se para a direita e para a esquerda, com freqüência alarmante. Isso não que dizer que estejam deixando a igreja e sendo contratados por alguma empresa.

As congregações ainda pagam seus salários, o nome deles ainda conta do boletim dominical e continuam a subir ao púlpito domingo apos domingo. O que estão abandonando é o posto, o chamado. Prostituíram-se apos outros deuses. Aquilo que fazem e alegam ser ministério pastoral não tem a menor relação com as atitudes dos pastores que fizeram historia nos últimos vinte séculos.

Os pastores se transformaram em um grupo de gerentes de lojas, sendo que os estabelecimentos comerciais que dirigem são as igrejas. As preocupações são as mesmas dos gerentes: como manter os clientes felizes, como atraí-los para que não
corram para a loja concorrente, como embalar os produtos de forma que os
consumidores gastem mais dinheiro com eles.


Alguns pastores são ótimos gerentes, atraindo muitos consumidores, levantando grandes somas em dinheiro e desenvolvendo excelente reputação. Ainda assim, o que fazem é gerenciar uma loja religiosa, mas de toda forma, uma loja. Esses empreendedores têm a mente ocupada por estratégias semelhantes às de franquias de fast food e, quando dormem, sonham com sucesso que atraia a atenção da mídia….”

EUGENE PETERSON in KIVITZ. Ed René. Outra espiritualidade. Mundo Cristão. pp.28-29

14 de out de 2010

Manifesto Evangélico por um Processo Eleitoral Ético


Nós, evangélicos e evangélicas, brasileiros, eleitores e cidadãos comprometidos com a verdade e a justiça, manifestamos profeticamente as nossas rejeições e defesas diante da onda de conservadorismo que se abateu sobre o país nesse processo eleitoral.

Rejeitamos os posicionamentos de alguns líderes evangélicos, que em vez de preparar cidadãos, com plenos conhecimentos de seus direitos e deveres, encaminham seus fieis para um exercício equivocado da fé.

Rejeitamos a disseminação de boatos e inverdades com fim de manipular o eleitorado.

Rejeitamos a manipulação, seja ela de que forma for, e a redução das questões cruciais e relevantes no processo eleitoral a temas presos ao mero moralismo.

Rejeitamos o uso da fé como instrumento de manipulação política no momento em que temas como erradicação da pobreza, sustentabilidade ambiental e desigualdade social precisam ser discutidos pela sociedade.

Rejeitamos o papel da mídia, que dá voz e espaço, para que a onda de conservadorismo ganhe visibilidade, desviando o foco das propostas dos candidatos.

Rejeitamos a demonização dos candidatos e partidos, além do processo eleitoral.

Rejeitamos a difusão de informações equivocadas dos papéis que cabem ao Executivo e ao Legislativo no país.

Rejeitamos qualquer forma de intolerância religiosa.Dessa forma, defendemos que as eleições devem girar em torno das questões programáticas e dos planos de governo.

Defendemos, como herança do Protestantismo, a manutenção e o fortalecimento do Estado Laico.Defendemos a necessidade de uma reforma política e eleitoral que leve o Brasil, do sistema proporcional, no máximo, ao distrital misto, para que os candidatos tenham vínculos comunitários.

Defendemos o aprofundamento do Estado de Direito e a consecução do estabelecimento do Estado de Equidade social, política e econômica. Defendemos uma Igreja independente, que não se submeta aos interesses políticos e eleitorais. Ao contrário, que exerça sua função profética produzindo cidadãos livres e conscientes de seu papel cívico.

Defendemos a manutenção e o avanço das conquistas sociais que, nos últimos anos, fizeram com que uma parcela significativa de brasileiros saísse dos níveis de pobreza inaceitáveis em que viviam.

Defendemos a manutenção de políticas públicas que promovam a erradicação da pobreza e a maior igualdade entre os brasileiros.

Por fim, assumimos o compromisso de continuarmos orando e contribuindo solidariamente com a construção de um Brasil sustentável, economicamente viável, socialmente justo.

ASSINE O MANIFESTO VOCÊ TAMBÉM no espaço do Link –
http://www.peticaopublica.com.br/?pi=P2010N3315


11 de out de 2010

FAÇA COMO A MARINA, LEIA A BÍBLIA!




Ler a Bíblia faz bem e não tem contra-indicação.

se persistirem os sintomas, ore e volte a ler a Bíblia ainda mais!!!

9 de out de 2010

DEUS VOTA?


Responda rápido.

O que é pior?

Pastor que fala de política, ou Politico que fala de religião?


Só uma perguntinha. Quem o TIRIRICA vai apoias no segundo turno? e mais, o TIRIRICA é contra ou a favor do aborto? E do casamento gay, o que ele pensa? Acho que essas sao algumas questões interessantes de serem perguntadas a mais nova "liderança politica brasileira"

6 de out de 2010

Quem é a mãe da mentira?


O Diabo é pai da mentira, mas quem será a mãe? Bem. Segundo Ciro Gomes ex-deputado do PSB pelo Ceará, a Veja é a mãe da mentira


Uma das questões que se tocou aqui é sobre quanto os boatos espalhados na reta final tiraram votos de Dilma. Esses boatos, ao serem disseminados por parte da imprensa, foram importantes nisso?

Perifericamente. Boato só prospera onde há perplexidades, vácuos, vazios. Como essa questão do aborto. É complexa, é delicada. Interagem com esse assunto questões religiosas, questões morais, éticas, sanitárias, emocionais, psicológicas. Questões terríveis.

E os políticos, por regra, detêm um oportunismo muito rasteiro a respeito deste assunto. Acho que esse é o vácuo. Quando você tem um vácuo e não tem clareza, o boato acaba prosperando mais do que devia.

E, claro, há o papel de uma parte da imprensa brasileira. E isso não é novidade, não temos que nos assustar com isso. Quem se enganou foi quem imaginou que haveria essa cordialidade que eu sempre soube que não haveria. Uma parte da imprensa brasileira tem preferência, o que é legítimo.

Apenas deveríamos ajudar o eleitor brasileiro a saber que a Veja é reacionária. É direito do povo brasileiro saber que a Veja é reacionária. A Veja deve existir, deve fazer o que bem entender. Se passar da conta, temos um sistema democrático que garante reparos no Judiciário, mas nada de ir contra a imprensa. A imprensa é sagrada para nós, democratas.

A Veja passou da conta no primeiro turno?

A Veja? A Veja passa da conta. Vive a serviço do que há de mais espúrio na sociedade brasileira. É isso que a gente deve explicar para as pessoas. Que a Veja tenha longa vida, mas que todos fiquem sabendo que a Veja não é uma observadora neutra da vida brasileira: ela está a serviço dos interesses internacionais, da privataria, da escória brasileira. Isso sempre foi. Desde que a turma de melhor nível saiu, virou isso (referindo-se a jornalistas mais antigos). Um instrumento de achaque.

Fonte: http://www.cartacapital.com.br/politica/ciro-gomes-sou-cabo-eleitoral-de-dilma-no-ceara

5 de out de 2010

Quem votou na Marina?


O site da Carta Capital se arrisca em definir o perfil do eleitorado da Marina, Caso você tenha votado na candidata do PV, leia e veja se não se identifica com a descrição?

“… É uma camada principalmente urbana, que progrediu em relação aos pais pobres e mal educados, tem certa educação, até superior, está decentemente empregada e precisa cada vez menos de programas sociais como o Bolsa-Família, do SUS ou de novos projetos de saúde e saneamento. Ao mesmo tempo, é mestiça, não está à vontade com a “alta cultura”, tem gostos populares e se sabe desprezada pela elite tradicional. Não se identifica totalmente com as prioridades da esquerda – redução da desigualdade e crescimento econômico – mas também não com as da direita – conservação de privilégios disfarçados em competência e meritocracia. Busca um meio-termo que, assim como Marina, não sabe definir com precisão e chama de “mudança”.

É uma camada que se identifica mais com a história pessoal de Marina, uma ex-empregada doméstica alfabetizada pelo Mobral que “subiu na vida”, fez curso superior e uma carreira política pacífica e respeitada, do que com a carreira de um integrante convencional da elite política como Serra ou com o passado combativo de uma ex-guerrilheira como Dilma. Que tem um vago receio do “comunismo” e do MST e se esforça por se diferenciar das “massas” pobres e turbulentas e hesita em dar um cheque em branco a Dilma e ao PT. Não é a parcela da opinião pública mais conservadora, nem a que tem seu voto definido pelo padre, pelo pastor ou pela questão do aborto. Estes provavelmente votaram em Serra.

Esta interpretação se reforça quando se desce ao detalhe dos votos por município. Recife, capital do estado natal de Lula, não tem uma proporção excepcional de evangélicos pelos padrões brasileiros: apenas 17,6%. Mas 37% dos recifenses votaram em Marina (42% em Dilma, 19% em Serra). Já o município pernambucano de Abreu e Lima, o mais evangélico do estado (31,2%) teve 27% de votos em Marina, 52% em Dilma e 15% em Serra.

No Rio de Janeiro, Marina teve 29% em um município de alta concentração de evangélicos (30%) como Belford Roxo, 32% na capital (17,7% evangélica) e 37% em Niterói (15,3% evangélica), enquanto Dilma teve 57%, 43% e 35%, respectivamente, nesses municípios (e Serra 12%, 22% e 25%)…”

Fonte:
http://www.cartacapital.com.br/destaques_carta_capital/voto-em-marina-nao-e-ecologico-mas-tambem-nao-evangelico

4 de out de 2010

RAMADÃ EVANGÉLICO II

O Ramadã Evangélico foi prolongado por mais um mês.

Que Deus nos dê graça para suportar!!!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...