21 de abr de 2012

SOCIEDADE DOS PROFETAS VIVOS - ainda vivos!!



A realidade nua e crua é que os profetas não se encaixam no nosso estilo de vida. Diante de um povo que está acostumado a “fazer Deus se encaixar na sua vida” ou, como gostamos de dizer, de “dar lugar para Deus”, os profetas se mostram inflexíveis.

O Deus anunciado pelos profetas é grande demais para caber na nossa vida. Se quisermos algo de Deus, nós é que temos de nos encaixar nele.

Os profetas não são razoáveis, não se acomodam ao que faz sentido para nós. Eles não negociam, não atuam de forma diplomática, por isso não aceitam nenhum palpite nosso na conversa.

O que eles fazem é nos arrastar, sem rodeios para uma realidade grande demais para ser compreendida por nossas explicações ou expectativas. Eles nos lançam no mistério imenso e surpreendente.

EUGENE PETERSON – A Mensagem – Bíblia em Linguagem Contemporânea. Editora Vida. Pg. 932


17 de abr de 2012

LÍDERES GERAM OUTROS LÍDERES



Líderes não criam seguidores, criam mais lideres.
Um número grande de líderes antiquados mede a sua influencia pelo número de seguidores que diz ter. Mas os maiores líderes são os que não tem seguidores. É só pensar em Martin Luther King Jr. Ou Nelson Mandela. Eles procuravam mais lideres, para que pudessem transmitir-lhes o poder de descobrir e criar os seus próprios destinos.
Tom Petters

14 de abr de 2012

Matrimônio e Compreensão.


Muitas pessoas vivem, assim, juntas durante anos sem se compreender de verdade, sem sequer procurar a compreensão. Vemos isso em famílias notáveis, cultas, inteligentes, entre personalidades de destaque, sábios e até professores de psicologia. Parecem não se dar conta de que falta algo em suas vidas, por mais belas que sejam no resto. E se tem algum vago mal-estar de consciência, podem aliviá-lo levando a esposa ao cinema às sextas-feiras.

Reajamos, pois, contra uma estúpida filosofia da sorte que imagina que encontrar uma perola de mulher é como tirar a sorte grande da loteria. Para começar, pode ser muito desagradável se casado com um perola quando não se esta a sua altura!


O que importa, pois, é construir juntos a felicidade conjugal. É um fim que tem que ser perseguido, não um privilégio que se adquire de antemão. E para construir a felicidade é necessário compreender-se.






Paul Tournier. Para melhor compreender-se no matrimônio.



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...