2 de jan de 2013

ATITUDES FUNDAMENTAIS A SEREM PERSEGUIDAS POR UM MINISTRO DO EVANGELHO.


10 Atitudes que descobri como fundamentais a serem perseguidas por um ministro do Evangelho.

Embora lutando pessoalmente para vivê-las, isto por que não ignoro os meus limites, não deixo de reconhecer que são vitais para alguém que queira se apresentar diante DELE como um obreiro aprovado.
Segue esta breve e incompleta lista de atitudes fundamentais a serem perseguidas por um ministro do Evangelho de Cristo.

1. Perdoar é mais importante do que ter a razão reconhecida. É difícil, mas um cristão não busca conquistar a razão, mas sim corações.

2. Verdade sobre si a qualquer preço. Conquanto os outros não estejam prontos para ouvir de nós a verdade nua e crua, nós que influenciamos os servos DELE não podemos nos abster de saber a verdade a nosso respeito, seja o tocante de quem somos, de onde viemos, para onde estamos indo, principalmente, PORQUE FAZEMOS O QUE FAZEMOS.

3. Consciência em detrimento da conveniência. Todo o ser-humano, e os cristãos também, e os lideres cristãos muito mais, serão chamados a fazer escolhas por conveniências, apoiar por conveniência, calar por conveniência, falar por conveniência, enfim, viver por conveniência. Mas ele nos ensinou ao ir para cruz, que não andamos por conveniência. Antes andemos, por consciência.

4. Ser traído talvez, trair nunca. Quando somos traídos somos contados junto do Mestre Jesus, quando traímos entramos no time de Judas Iscariótes.

5. Ser lido pela Bíblia antes de lê-la. Qualquer um lê a Bíblia, mas somente quem anda com ELE pode ser lido por ela.

6. Prudência como companhia de uma viagem. Ela sempre sabe se a ponte aguenta o peso, se a estrada leva a algum lugar, se o mar vai baixar ou subir, ou mesmo se tem vento para prosseguir. se ela não souber, o melhor mesmo é parar, montar acampamento e esperar ela se decidir.

7. Dividir o pão ainda que pequeno. Quem divide o pão hoje, terá mais chance de dividir o silo de trigo quando estiver cheio.

8. Respeite o dinheiro. A Bíblia é clara sobre o dinheiro,  Jesus disse que era um “deus”. Paulo identificou que o amor por ele é a raiz de todos os males. Logo, não o subestime o poder dele, saiba, tem gente que mata, trai, mente, e até “prega ou canta o Evangelho” por amor a ele, estes mesmos passariam por cima de nós se o dinheiro pedisse isto deles, a melhor atitude consiste em prudência e cuidado quando ele estiver perto ou mesmo muito longe.

9 Descansar em relação ao reconhecimento.  O Pai, os filhos DELE, o inimigo DELE e todos reconhecem quem está pregando o Evangelho do Mestre. Não há necessidade de reconhecimento por isto.

10. Viver a pregação. Não importa se o sermão tem introdução, 3, 4 ou mesmo 5 pontos, e depois conclusão. Não importa se é expositivo ou temático, se tem 15 minutos ou 1 hora, se é lido, decorado ou apenas exposto, o importante é que o sermão seja vivido.

Um comentário:

  1. Eis aí um texto que vale a pena ser lido.Martin Lulher King sempre será um paradigma, embora o Phillip Yancey pense o contrário.
    A propósito: o texto é seu ou do Marin Luther King?

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...